Mente e corpo: Cagepa encerra Outubro Rosa com yoga, pilates e trilha ecológica

Uma tarde para cuidar do corpo e da alma. Foi dessa forma que as empregadas da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) celebraram o Outubro Rosa nesta quarta-feira (30), no encerramento da campanha na empresa. A tarde foi iniciada com uma trilha ecológica no Jardim Botânico Benjamim Maranhão, mas também contou com atividades mindfullness, como yoga e pilates, além de recreação e rodas de conversa.

De acordo com a gerente de Capital Humano da Cagepa, Gicelle Bonifácio, a ideia de promover um momento diferente nesta edição da campanha partiu da necessidade de priorizar a saúde mental e emocional das mulheres. “O estresse é um problema comum na atualidade e, segundo especialistas, pode agravar problemas por baixar a imunidade. Pensando nisso, nós pensamos em propiciar um dia de relaxamento para as nossas empregadas e colaboradoras. Em um tempo em que as mulheres têm que dar conta de funções múltiplas, precisamos refletir sobre a importância de parar um pouco e cuidar de si mesma, já que isso impacta no nosso bem estar e na saúde física”.

As cagepianas também participaram de uma roda de conversa com a psicológa Bernadete Cordeiro sobre a prevenção de doenças como o câncer de mama e do colo do útero, e também sobre o bem estar feminino. “A medicina preventiva é fundamental para reduzirmos a mortalidade do câncer de mama no país. Portanto, é essencial reforçar cada vez mais a necessidade dos exames médicos periódicos, além dos cuidados com a saúde mental e emocional da mulher”, frisou a especialista.

As participantes doaram mais de 11 mil itens como descartáveis, fraldas geriátricas e materiais médico-hospitalares, que serão entregues ao Hospital Napoleão Laureano, unidade referência em oncologia no Estado. A lista de produtos para doação foi repassada pelo próprio hospital. A tarde foi encerrada com um piquenique no parque.

Outubro Rosa – O Outubro Rosa é celebrado anualmente desde os anos 90, com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e, mais recentemente, também sobre o câncer do colo do útero. A campanha promove a conscientização sobre as doenças, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuindo para a redução da mortalidade.

O diagnóstico precoce ainda é o maior aliado para o tratamento eficaz do câncer de mama. Quando identificado cedo pode ser tratado, impedindo que o tumor alcance outros órgãos. O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim as chances de tratamento e cura.De acordo com os dados mais recentes do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama acomete 52 mil mulheres por ano no Brasil.