Cagepianos escolhem representante dos empregados para Conselho de Administração

Os 3.001 eleitores aptos a participar do pleito para membro representante dos empregados no Conselho de Administração da Cagepa têm até as 17h desta quinta-feira (27) para votar, voluntariamente. São 23 urnas eletrônicas e mais de 20 itinerantes espalhadas nas seis regionais, além da sede administrativa.

O pleito tem o objetivo de atender a Lei das Empresas Estatais (13.303/2016), que estabelece que o representante dos empregados deverá ser escolhido dentre os funcionários ativos da companhia. O edital está disponível na intranet da Cagepa: http://www.cagepa.pb.gov.br/intranet/

Não estão aptos a votar comissionados, empregados à disposição (exceto a diretoria executiva dos sindicatos), com contrato suspenso ou que estão passando por penalidade administrativa. Os demais podem escolher entre os 11 candidatos: Carlos Antônio Pinto de Morais, Dailton Uchoa Leite, Everaldo Pinheiro do Egito, Giordan Rodrigues Lima, Ismênia Maria Ramalho Ribeiro, José Cidalino de Almeida Filho, Kahlil Gibran Carlos Pereira, Laudízio da Silva Diniz, Luiz Ricardo Carneiro Benevides, Neujanny Chaves Patrício e Robson Azevedo Mendes.

Para votar, é necessário apenas comparecer a um dos locais de votação e apresentar o crachá ou um documento de identificação com foto. Até o meio dia desta quinta-feira, mais de 25% dos empregados haviam votado.

O Conselho – O Conselho de Administração é o órgão de orientação superior da Cagepa e é composto por oito conselheiros com mandato de dois anos. Possui, entre suas principais atribuições, a de fixar a orientação geral dos negócios da companhia, definindo sua missão, seus objetivos estratégicos e diretrizes, cabendo-lhe fundamentalmente, examinar e aprovar os atos da Diretoria Executiva ligados às políticas de desenvolvimento e administração da Cagepa.