Cagepa é finalista do Prêmio Ser Humano por ações de enfrentamento à Covid-19

O programa de prevenção e cuidado físico e mental realizado pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) durante a pandemia da Covid-19 foi premiado em segundo lugar no Prêmio Ser Humano, realizado pela Associação Brasileira de Recursos Humanos na Paraíba (ABRH-PB). O trabalho realizado pela equipe multidisciplinar da companhia concorreu na modalidade “Gestão de Pessoas – Administração”. A cerimônia de premiação foi realizada nesta quinta-feira, 14. Por causa da pandemia do coronavírus, este ano, o evento será realizado em formato online.

A gerente de Capital Humano da Cagepa, Kallyne Dantas, explica que, em um ano tão atípico como 2020 e desafiador para a saúde dos trabalhadores, o case a ser inscrito no prêmio não poderia ser outro, senão este, que é fruto de um trabalho que vem sendo desenvolvido em função da pandemia pelo novo coronavírus. “A atuação dos profissionais envolvidos é humanizada e impacta diretamente na vida dos trabalhadores, uma vez que no momento de incerteza, medo e angústia encontram acolhida e acompanhamento das assistentes sociais, psicólogos e do médico do trabalho, cuja atuação merece todo louvor”, disse.

Além da adoção de práticas preventivas individuais e coletivas de cuidado com a vida, saúde e segurança do trabalhador, como o uso obrigatório de máscara, disponibilidade de álcool em gel 70% em todos os corredores, sanitização de espaços de trabalho e automóveis e a distribuição de kits de higienização para as unidades que compõem as Gerências Regionais, tem-se definido um conjunto de práticas na área de recursos humanos que incluem o atendimento psicossocial aos trabalhadores e seus familiares.

Nesse contexto, desde o início da pandemia, foram realizados 2.025 escutas psicológicas, 368 casos de Covid-19 foram acompanhados pela equipe multidisciplinar da Cagepa e 1.593 empregados foram imunizados contra o vírus da Influenza H1N1.

Historicamente no Prêmio Ser Humano, a Cagepa já coleciona reconhecimentos com vários programas e ações de gestão de pessoas, como lembra a gerente Kallyne Dantas. “Essa indicação para o Prêmio Ser Humano é o reconhecimento externo de um trabalho exitoso que já é reconhecido pelos cagepianos que demandaram os serviços. Esse trabalho que a Gerência de Capital Humano seguiu fazendo teve início ainda com a gerente anterior, Gicelle Bonifácio, hoje Gerente de Suporte Administrativo. Ademais, a Cagepa já vem construindo solidamente uma trajetória nesta premiação: três vezes em edições estaduais (2015, 2016 e 2019) e uma vez em edição nacional (2017)”.

O Prêmio Ser Humano ABRH-PB reconhece profissionais, estudantes, empresas públicas e privadas, sejam elas micro, pequena, média ou grande, que tenham contribuído de forma relevante para a evolução da prática de Gestão de Pessoas, visando promover o desenvolvimento humano e das organizações no estado da Paraíba.