Barragem Gramame-Mamuaba atinge nível máximo e ‘sangra’

Dois açudes monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) estão ‘sagrando’. Na cidade de Mari, o reservatório Olho d’água, que comporta 868 mil metros cúbicos; e no município do Conde, a barragem Gramame-Mamuaba, com capacidade para mais de 56 milhões de metros cúbicos.

 

O reservatório localizado no Conde é responsável pelo abastecimento da região metropolitana de João Pessoa e transbordou nesta semana garantindo a segurança hídrica da capital e cidades circunvizinhas durante o período de um ano. “Este sangramento nos assegura que vamos ter tranquilidade para atravessar a estação seca”, destacou o presidente da Aesa, Antônio Vicente Machado Sobrinho. Já o açude que fica em Mari está sangrando há 15 dias.

 

Atualmente, a Aesa monitora 124 mananciais em todo o Estado. Juntos, os açudes têm capacidade para acumular quase quatro bilhões de metros cúbicos d’água. Destes, 72 estão com volume de água acima de 20% de sua capacidade total. Outros 35 estão com volume abaixo de 20% do total e a situação é crítica em 14 mananciais, com menos de 5% do volume.

 

“No Sertão e Alto Sertão do Estado temos uma realidade bem distinta da vivida aqui no Brejo e Litoral. A maior parte destes que estão abaixo dos 5% estão localizados em cidades como Teixeira, Várzea, São Mamede e São José do Sabugi”, elencou o presidente da Aesa.

 

A relação detalhada com a capacidade e o nível dos reservatórios monitorados pelo Governo do Estado está disponível na internet, no site www.aesa.pb.gov.br. Na página também é disponibilizada a previsão do tempo e temperatura com informações atualizadas a cada 12 horas.